sábado, 6 de março de 2010

Cristo Redentor passa por restauração.
Obra deve durar mais três mesesFlávio Dilascio , Jornal do Brasil- RIO DE JANEIRO.
Principal ícone da Cidade Maravilhosa, o Cristo Redentor passa por um período de reparos. Há uma semana, o monumento ganhou a companhia de andaimes, técnicos e operários, que vêm executando estudos sobre a qualidade das rochas que compõem a imagem, as quais devem começar a ser restauradas a partir da semana que vem, assim que forem feitas as devidas análises dos problemas externos da estátua. Neste período – que deve durar cerca de três meses – o Cristo será coberto por uma tela transparente, para que fatores naturais não interfiram no processo de restauração.A obra é uma iniciativa da Arquidiocese do Rio, que conta com o patrocínio da mineradora Vale. O investimento total é de R$ 7 milhões. Além da restauração, o compromisso prevê a manutenção e a conservação da estátua e da área do platô pelos próximos cinco anos. Não haverá interrupção da visitação durante este período.– Todos reparos serão feitos de uma forma minuciosa, pois não podemos fazer nenhuma alteração no monumento, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – afirma o padre Omar Raposo, responsável pela capela do Cristo.Reparos internos
Engana-se quem acha que a obra começou agora. No início de fevereiro, foram feitos reparos internos no monumento, os quais culminaram com a recuperação de várias escadas, desgastadas e enferrujadas em função do tempo.– Neste momento, estamos finalizando a montagem dos andaimes para começarmos as análises das rochas que compõem o monumento – informa a arquiteta responsável pela obra, Márcia Braga. Ela foi designada para o empreendimento pela Cone Engenharia, contratada para executar o empreendimento. Especializada, em restauração, a arquiteta participa de um empreendimento no Cristo pela terceira vez.
05/03/2010