domingo, 30 de maio de 2010

Estátua do Cristo Redentor causa polêmica no interior de SP

Réplica terá maior altura que a estátua do Rio de Janeiro.
Obra de R$ 4 milhões divide moradores de Sertãozinho.

G1.OGLOBO.COM – foto Veja.

Cristo Sertãozinho Na cidade de Sertãozinho, a 333 km de São Paulo, uma obra milionária está dando o que falar entre os moradores. A cidade está construindo uma estátua do Cristo Redentor que vai ser maior do que a que fica no Rio de Janeiro. A obra, que vai custar no total R$ 4 milhões, está parada por falta de dinheiro.

Parte do monumento já aparece entre as arvores. Por enquanto, é só um pedestal de concreto. Mas ao lado já há uma amostra do Cristo, que será o maior destaque na paisagem da cidade.

A estátua esta pronta para ser erguida. Ela tem 18 metros de altura e ficará sobre uma base de 39 metros. Ao todo, terá 57 metros – a do Rio de Janeiro tem no total 38 metros – oito de base e 30 da estátua.

Para deixar a obra pronta, a prefeitura da cidade vai ter que gastar duas vezes mais do que planejava - um total de R$ 4 milhões. “É um projeto que inicialmente foi feito simplesmente por um município, que tomou uma repercussão tão grande. Precisamos rever algumas coisas”, explicou o secretário de obras da cidade, Alberto Canovas.

A intenção é inaugurar o ponto turístico no início de 2011. Isso se a ajuda de R$ 2,3 milhões for liberada pelo governo federal. O que já foi gasto veio do orçamento da cidade – que vive boa fase com as industrias de álcool na região.

Sobre a obra milionária, os moradores se dividem. “Talvez pela espiritualidade, pela devoção da população, seja visto com olhos bons”, diz uma mulher. Outra reclama da falta de estrutura da cidade. “Precisa de mais hospital, mais posto de saúde, que é mais necessário que um Cristo Redentor.”

O Cristo não é a única semelhança da cidade com o Rio de Janeiro. O município também ousou ao construir uma praia. A água não tem ondas e nem é salgada. Mas a areia é de verdade, levada do litoral do estado.

A estrutura da praia custou R$ 5 milhões. Nos fins de semana quentes, há até congestionamento para entrar no local. No último carnaval, a praia recebeu 16 mil visitantes. Só de manutenção, a prefeitura gasta R$ 1 milhão por ano – segundo ela, apenas investimento.

PARA VER O VIDEO O LINK É:

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2010/05/estatua-do-cristo-redentor-causa-polemica-no-interior-de-sp.html

segunda-feira, 17 de maio de 2010

AGENDA O GUIA LEGAL

Uma ferramenta mais do que útil para Guias e Agentes

Não acontece que sempre está faltando esse numero de telefone na hora em que mais necessitamos? E muitas vezes, daquele lugar que visitamos 1000 vezes!!!!

Agenda OGL Banner Apostando a que a conectividade está cada dia mais intensa, o site www.oguialegal.com acaba de publicar uma AGENDA ON LINE dentro de una planilha Excel.

Seja com Computadores, Notebooks ou Telefones, hoje é mais fácil aceder a Internet desde vários lugares (restaurantes, hotéis, aeroportos, cybercafés). Ou nunca falta o recurso de telefonar a quem está perto de um computador, e poder assim pedir a essa pessoa entrar a O GUIA LEGAL e correr a Agenda para nos passar o telefone que procuramos.

Faltam números? Sempre faltam! Mas os guias podem enviar sugestões de novos contatos (ou mudanças de telefones) a gerardo@oguialegal.com , e a Agenda será atualizada incorporando o novo dado.

O Excel pode ser copiado no computador, e a Agenda não é enorme, pode se imprimir as planilhas e levar nas agendas.

As planilhas são: RESTAURANTES; SANTA TERESA; PETRÓPOLIS; ATRATIVOS; MUSEUS; OPCIONAIS, TRANSPORTADORAS, LAPA, TELEFONES ÚTEIS.

Não lembram o numero de Turismo Náutico? Procuram algum opcional para oferecer aos turistas? Necessitam ligar para o Restaurante e confirmar reserva? Querem saber se a Igreja a visitar estará aberta? Tudo isso e mais pode ser resolvido com a Agenda O Guia Legal.

Nota: O Excel está abrindo com um macro ainda não instalado, que pode ser cancelado ao abrir a agenda.

Gerardo Millone – 17 de Maio de 2010.

sábado, 15 de maio de 2010

Manaus tem calçada com ondas como a de Copacabana, mas mais antiga

Inspiração para ambos calçamentos vem da Europa.
Piso com desenho é famoso e copiado por todo o país.

Lucas Frasão Do Globo Amazônia, em São Paulo

Foto: Reprodução

Largo São Sebastião, em frente ao Teatro Amazonas, em Manaus. Foto antiga da Biblioteca Virtual do Estado do Amazonas. (Foto: Reprodução)

A Praia de Copacabana no meio da Amazônia? Pode ser esta a sensação de quem, de frente para o Teatro Amazonas, em Manaus, olhar para o chão e perceber a semelhança entre o piso do Largo São Sebastião e o conhecido calçadão na orla da praia do Rio de Janeiro. Mas qual surgiu primeiro?
Assim como o Teatro Amazonas, a calçada de Manaus foi inspirada na arquitetura europeia. Um piso semelhante decora há séculos a Praça de D. Pedro IV, mais conhecida como Praça do Rossio, em Lisboa.
Seu desenho foi escolhido para homenagear o encontro das águas doces do Rio Tejo com o Oceano Atlântico. Hoje, moradores de Manaus gostam de dizer que o desenho de sua calçada simboliza o encontro da água escura do Rio Negro com a água barrenta que chega pelo Solimões. Os rios levam quilômetros para se misturar completamente, formando o Amazonas.
No Rio de Janeiro, a história é que a calçada de Copacana faz referência às ondas do mar. Foi a partir da capital fluminense que o piso se tornou famoso em todo o país, sendo copiado também em outras capitais. Mas o conhecido calçadão foi instalado no Rio depois de Manaus ter terminado o seu.

Foto: Fabíola Gerbase/G1 Foto: Fabíola Gerbase/G1

Desenho do calçadão de Copacabana, no Rio. (Foto: Fabíola Gerbase/G1)

Então capital do Brasil, o Rio recebeu sua primeira calçada com ladrilhos portugueses no início do século 20 - em 1905.
"Foi na Avenida Rio Branco, que era a principal avenida do país inteiro, com pedras trazidas direto de Portugal", explica João Baptista de Mello, professor do departamento de Geografia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

Foto: Agecom/AM Foto: Agecom/AM

Calçada da praça na capital amazonense, com o Teatro Amazonas ao fundo. (Foto: Agecom/AM)

Foi no início dos anos 20, no entanto,  quando uma ressaca forte do mar destruiu o calçamento de Copacabana do Leme até o Forte, que a Avenida Atlântica foi duplicada e a famosa calçada de ondas foi feita pela primeira vez no Rio, com desenho transversal em relação à orla. Décadas mais tarde, outra reforma mudou as "ondas" da calçada para que ficassem paralelas à praia.
Em Manaus, a calçada do Largo São Sebastião foi finalizada em 1901, mas já estava planejada desde a década de 1880, quando o Teatro Amazonas, concluído em 1986, começou a ser pensado. A data que marca a finalização do piso em Manaus está numa nota de rodapé do livro "História do Monumento da Praça de São Sebastião",  de Mario Ypiranga Monteiro.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

NOVO OPCIONAL NO RIO: Ônibus Conversíveis

RIO GANHA NOVOS ÔNIBUS DE TURISMO
O Rio de Janeiro finalmente ganhará uma frota de oito ônibus conversíveis para turismo. Os sightseeing, como são conhecidos em lugares do mundo como Paris e Londres, serão apresentados pela empresa CityRio possuem 12 lugares em seu interior e 40 lugares na cobertura que não tem teto, nem janelas, facilitando filmagens e fotos tiradas pelos turistas.

O passeio tem previsão de duração de três horas, e será oferecido pelas agências de turismo. Por não se tratar de uma linha regular, não será possível embarcar ou desembarcar durante caminho, apenas com possibilidade dos passageiros tirarem fotos durante as apradas.. Serão três linhas com roteiros diferentes:

1) Roteiro Centro Histórico-Pão de Açúcar: começando no Leme em direção à Urca, passando pela Candelária, Palácio do Itamaraty, Lapa, MAM, Catete e Glória.

2) Roteiro Pão de Açúcar-São Conrado: começa na Urca e tem como primeira parada o Corcovado. Passa também pela Lagoa, Jardim Botânico e Rocinha.

3) Roteiro São Conrado-Barra da Tijuca: mostra os locais que ocorrerão os jogos de 2016, praias da Barra, Barrashopping, Arena Rio, Parque Aquático Maria Lenk e RioCentro. Retorna passando pelo Vidigal e praias da Zona Sul, e finalmente voltando ao Leme.

Abaixo segue o itinerário e algumas das paradas (clique na foto para aumentar):













Fonte: http://www.riotemporada.com.br/

RIO - Começa a circular no Rio uma frota de oito ônibus conversíveis para turismo. Os passeios nos ônibus durarão três horas e serão oferecidos por agências. Haverá três roteiros: Centro- Pão de Açúcar; Pão de Açúcar-São Conrado e São Conrado-Barra. Não será possível embarcar pelo caminho.

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/

Começa a circular no RIO uma frota de oito ônibus conversíveis para turismo. Os passeios nos ônibus durarão três horas e serão oferecidos por agências. Haverá três roteiros:

1)Centro - Pão de Açúcar

2) Pão de Açúcar-São Conrado

3) São Conrado-Barra

Não será possível embarcar pelo caminho.












Foto: O Globo - 13-05-2010



PESQUISAS


2010

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Cristo fechado pela chuva, o parque pela greve!

Servidores do Ibama em greve fecham único acesso ao Cristo Redentor e a entrada de parques nacionais no estado do Rio.
Taís Mendes - O Globo

RIO - Servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) interditaram, nesta quarta-feira, o único acesso ao Cristo Redentor para turistas, na Estrada das Paineiras, subida pelo Cosme Velho. Cerca de 17 funcionários fazem uma barreira humana no local. Os grevistas também fecharam a entrada de três parques nacionais no estado: Serra dos Órgãos, Itatiaia e Bocaina. Eles pedem a reestruturação da carreira de especialista em meio ambiente.

No acesso ao Corcovado, alguns turistas que vieram de táxis e carros tiveram que adiar o passeio ao mais famoso cartão postal da cidade. Vans de turismo nem chegaram a subir, porque os operadores foram avisados do protesto com antecedência. Os outros acessos ao monumento estão fechados desde o temporal que atingiu a cidade no mês passado.

De acordo com os manifestantes, eles só não fecharam também o Parque Nacional da Tijuca por falta de pessoal. No local, os grevistas colocaram uma faixa de protesto, mas não impedem a entrada de visitantes. Nesta quarta-feira, o superior tribunal de justiça vai votar a legalidade da greve , que começou no início de abril em todo o país. Desde então, todos os processos de licenciamento ambiental de obras estão parados.

Os grevistas pedem acréscimo de 10% do salário para trabalhadores em locais isolados e de difícil acesso, como a Amazônia, de 20% para quem trabalha em áreas de risco, e adicional para quem tem especialização (10%), mestrado (20%) e doutorado (30%). No Rio, 180 servidores participam da paralisação.

Presidente da ABIH critica fechamento de atrações

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), Alfredo Lopes, manifestou, em nota, "sua indignação" com o fechamento das atrações turísticas. Ele ressalta que a manifestação acontece logo após os prejuízos causados pelas chuvas que interditaram os acessos ao Corcovado no início de abril. Alfredo Lopes declarou que respeita o direito dos trabalhadores lutarem pelos seus direitos, mas acredita que o bom funcionamento da atividade turística no estado não pode ser prejudicado.

"Mal normalizamos os acessos prejudicados por um desastre natural, não podemos permitir que uma insatisfação pontual de um grupo de trabalhadores feche um dos nossos principais ponto turísticos. O turista não pode pagar por isso", disse o presidente da ABIH.

Novidades no Jardim Botânico

Jardim Botânico vai ganhar Museu do Meio Ambiente até julho 2012
Redação SRZD -Rio
O Jardim Botânico deve receber até julho de 2012 um Museu do Meio Ambiente. O projeto foi escolhido por concurso promovido pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil do Rio (IAB-RJ). O vencedor foi um escritório da capital mineira dos arquitetos Bruno Santa Cecília e André Prado. Eles têm três meses para fazer o projeto executivo. O custo da obra deve ser de cerca de R$ 8 milhões.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) ainda vai precisar aprovar o projeto executivo. A previsão é que sejam construídos dois prédios e reformado um já existente.

O edifício batizado de anexo 1 vai ser usado para exposições de longa e o Anexo 2 vai ser um auditório e a parte administrativa. Ao todo, vão ser 1.400 metros quadrados de área construída.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

10 de Maio – Dia do Guia de Turismo

FELIZ DIA!!!!!!

Dia do Guia de Turismo - 10 de Maio
No meu caso, devo dizer Feliz Dia e Obrigado a tantos colegas que participam no crescimento do SITE http://www.oguialegal.com/, e do BLOG http://blogdooguialegal.blogspot.com/, enviando informações e boas opiniões com a (muito) feliz intenção de melhorar nosso trabalho.
Gerardo Nov 2009 BAIXA
Gerardo Millone - 10 maio de 2010

LOGO O Guia Legal-300-LISA
O Dia do Guia de Turismo, a ser comemorado no dia 10 de maio de cada ano, foi criado pelo Projeto de Lei n.º886/2002.de autoria do Vereador Otávio Leite, e sancionado pelo Prefeito César Maia, transformando-se na Lei n.º 3562/2003.
PROJETO DE LEI N° 200 - FEVEREIRO DE 2003.
(Do Deputado Bismarck Maia)
http://www.sindegtur.org.br/2006/legislacao.asp

Angélica Monnerat

Angelica Monnerat 2
Parabéns, amigo!
Vc MERECE  todo o sucesso do seu site/blog, porque o faz com seriedade e dedicação!
obrigada pela informações tão úteis que vc propaga, ajudando os colegas a trabalharem de uma forma diferenciada
BRAVO!

Ester Galleguillos
Ester Galleguillos guia

FELIZ DIA DE TURISMO ESPECIALMENTE A PERSONAS QUE COMO  TU  SON  NUESTRAS VOCES EN MOMENTOS DIFICILES, COMO LOS QUE PASAMOS EL AÑO  PASADO LOS GUIAS GRINGOS QUE  CON TU LIDERAZGO Y ACCIONES CONSEGUIMOS UNA EXCELENTE VICTORIA, Y QUEDA DEMOSTRADO QUE NO SE  NECESITAN DE TITULOS PARA PODER  HACER EL BIÉN, CUIDATE MUCHO
BESITOS
ESTER

Ceição Avelino

 Maria Ceição Avelino
AMORE, EU É QUE DEVO AGRADECER, ALIÁS O FAÇO AGORA, IMEDIATAMENTE, COM PRAZER, E AGRADECIDÍSSIMA POR FAZERMOS PARTE DESTE UNIVERSO MÍSTICO QUE É SER GUIA DE TURISMO.
HUG 
ceição

Bruno Casalini

Bruno Casalini
Caro Gerardo
Quero parabenizá-lo por esse dia muito especial para você. Você é o que se chama de "guia de turismo nato" porque se dedicou a esta profissão e com ela teve êxito pessoal. Somente uma pessoa com o "espirito de guia" tem a ideia brilhante de fazer este "site"  que tanto nos ajuda (apesar da maioria, eu inclusive, não manifestamos esta gratidão!!!). Obrigado tambem pelas recomendações via "o guia legal" de trabalhos que fiz.
Gerardo, continue este trabalho que tanto nos ajuda e certamente o maior beneficiado é você mesmo, eu torço por isso.
Saudações, Bruno

Ana Lúcia
A todos nós!! Merecedores de muitas congratulações e festejos sem fim!
Acima de tudo batalhadores incansáveis... dia a dia em busca de trabalho...
Vorazes na absorção de conhecimento e um coração enorme capaz de abrigar todos os nossos turistas!
Merecemos sim! Sem falsa modéstia!!
100000000000000 abços a toooddooosss nós GUIAS DE TURISMO!

Rejane Reis
Você merece! beijos

Marcia Silveira

 Marcia Silveira
Aos amigos e colegas de profissão, desejo a todos muitas felicidades neste nosso dia.
Que possamos realizar nosso trabalho com desenvoltura, dignidade e respeito.

Um abraço a todos.
Márcia Silveira
Cleopatra Scouris
Cleopatra foto

Obrigadíssima e um excelente dia do turista para vc. também.
Bjs
Cleo

Celio Botelho
Caro Gerardo, nosso Guerreiro!
Atraves de O Guia Legal quero transmitir a todos os meus velhos e bons amigos Guias de Turismo e tambén aos novgos, muita felicidade, muito sucesso, muita paz e bastante Ordem de $erviços. Quie Deus ilumine a todos protegendo seus trabalhos e seus caminhos.

Ana Lemos

Ana Lemos 2

OI GERARDO,NAÕ SABIA QUE HAVIA NOSSO DIA,QUE LEGAL!!!
FELIZ DIA DO GUIA PARA VC E MARIANO,E QUE VENHA BONS TRABALHOS !!!!!
BJS

A Caverna do Pão de Açúcar

Curiosidade oculta do atrativo turístico

By Milton Teixeira

clip_image002Todo o Guia de Turismo conhece esse morro, o mais característico da cidade, cantado e decantado mundialmente, com 395 metros de altura, galgados com facilidade pelo bondinho que vai ao seu topo desde 1913, e cujo nome é devido ao fato de os Portugueses acharem-no parecido com as formas de barro onde se colhia o caldo de cana purificado nos engenhos coloniais.

O que poucos talvez saibam é que o Pão de Açúcar também possui uma enorme caverna, aberta por uma falha na rocha gnáissica há, pelo menos, um bilhão de anos, no costão batido pelo oceano Atlântico, fora da barra. Ela é acessível por terra, por um caminho na rocha, depois da pista Cláudio Coutinho, como pelo mar, de caiaque.

Menos gente ainda sabe que até a relativamente pouco tempo ermitões nela residiam.

Desde os anos trinta, nela morou o português Eduardo de Almeida, que contava 58 anos em 1965, vivia da caça e pesca, inteiramente alheio à cidade e sua gente, as quais desconhecia por completo! Em princípios dos anos sessenta dividiu sua caverna com o casal Francisco de Brito e Isidia Maria da Conceição, mais sociáveis, pois vendiam mamão, laranja e banana que plantavam na encosta do morro aos frequentadores da Praia Vermelha.

Todos foram desalojados pelos militares da Fortaleza de São João em 1968 e desde então só os morcegos a tem habitado.

FONTES & FOTO: http://www.urca.net/ - http://www.amabotafogo.org.br/

Pesquisas

clip_image0042010.

Faculdade de Medicina da UFRJ na Praia Vermelha

Predio demolido deixou ainda um espaço vazio.
Fernando S.V. Martins
A Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro foi criada  por D. João VI, através de Carta Régia assinada em 5 de novembro de 1808.  Denominada Escola de Anatomia, Medicina e Cirurgia foi instalada  no Hospital Militar do Morro do Castelo. Durante a Regência, em 3 de outubro de 1832, foi sancionada a lei que transformava as Academias Médico-Cirúrgicas das cidades do Rio de Janeiro e de Salvador (criada em fevereiro de 1808) em Escolas ou Faculdades de Medicina. Em 1856 a Faculdade de Medicina foi transferida para o prédio do Recolhimento das Órfãs, na Rua Santa Luzia (Centro do Rio de Janeiro), onde permaneceu por quase por quase um século. Em 12 de outubro de 1918 foi inaugurado prédio da Faculdade de Medicina na Praia Vermelha (Urca).
Em 7 de setembro de 1920  foi criada a Universidade do Rio de Janeiro (atual UFRJ), formada pela Faculdade de Medicina, Escola Politécnica e Faculdade de Direito. Em 1937, com a criação da Universidade do Brasil,  passa a ser denominada Faculdade Nacional de Medicina. Em 1973 a Faculdade de Medicina da UFRJ foi transferida da Praia Vermelha para o campus da Cidade Universitária da UFRJ (Ilha do Fundão). O prédio da Faculdade Nacional de Medicina foi demolido em 1975.
Faculdade Nacional de Medicina na Praia Vermelha.
clip_image002 clip_image004
Fonte: DOYLE MAIA , GB. Biografia de uma Faculdade: História e Estórias da Faculdade de Medicina da Praia Vermelha,  Ed. Atheneu, São Paulo, 1996.
NOTA: figuram na Internet muitas datas da demolição do prédio, indo as mesmas de 1975 a 1981!
“A velha faculdade Nacional de Medicina pode se ver na foto foi tirada em 1981 a alguns meses depois o governo militar iria derruba-la alegando ameaça a segurança nacional ??!!??” www.rioquepassou.com.br
Pesquisas
clip_image0062010.

domingo, 9 de maio de 2010

'Duty Free Shop' tem três meses para sair do Aeroporto Internacional do Rio

A loja "Dufry Duty Free Shop" terá o prazo de três meses para deixar a área no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. A juíza da 15ª Vara Federal, Marcella Nova Brandão, decretou o novo prazo por causa da ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal e pela Infraero, em novembro de 2009, quando a "Dufry" se recusou a assinar um documento (Termo de Ajustamento de Conduta, o TAC) para regularizar a situação da empresa no Aeroporto Internacional Tom Jobim.
Caso a companhia não cumpra a solicitação da Justiça, uma multa diária de R$ 500 mil deverá ser paga. O TAC tinha como objetivo regularizar 25 lojas irregulares no local. O MPF e a Infraero permitiram que os estabelecimentos continuassem no aeroporto por dois anos enquanto uma licitação seria feita, da qual eles poderiam participar. A empresa não quis fazer acordo, mesmo depois de uma audiência na justiça.

Redação SRZD | Rio+ |