sexta-feira, 29 de outubro de 2010

GUIAS, ASSASSINATOS, E CONSEQUÊNCIA DO AGIR ERRADO DOS POLÍTICOS E AUTORIDADES.

Olha isso....deve ser um daqueles guias mirins do Cosme Velho...


Angelica Monnerat

Guia turístico é assassinado no Cosme Velho

POR MARCO ANTONIO CANOSA

Rio - Um homem identificado apenas como Diego, de 19 anos, foi morto a tiros, no Cosme Velho, Zona Sul do Rio, na tarde desta quinta-feira. Segundo a PM, o rapaz, que seria guia turístico e mototaxista foi assassinado por outro guia, após discussão de disputa por passageiros.

A briga aconteceu sob o viaduto de saída do Túnel Rebouças. Testemunhas contaram que os dois homens já haviam brigado na semana passada. Diego ainda foi socorrido por amigos e levado para o Hospital Adventista Silvestre, em Santa Teresa, onde morreu. O caso foi resgistrado na 9ª DP (Catete).

Fonte: http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2010/10/guia_turistico_e_assassinado_no_cosme_velho_120510.html

GUIAS, AGÊNCIAS, CONCIERGES:

A guia Angêlica Monnerat me enviou esta notícia do jornal O Dia.

Triste, pelo menino morto, definido, sem total certeça pelo PM primeiro e depois pelo jornal definindo o rapaz como "seria guia turistico e mototaxista", e mais, "assasinado por outro guia".

As autoridades que insistem em "formar" monitores com carterinhas que (ilegalmente!) permitem aos jovens das comunidades a "guiar no Cristo Redentor", deveriam ler 1000 vezes esta notícia e pensar como, como um verdadeiro profissional de turismo pode ser mototaxista e chegar a assassinar a outro "colega" disputando turistas.

Nosso Sindicato interditou emissão de carterinhas ilegais a um grupo de garotos formados no Parque Nacional da Tijuca em curso de 16 h. com uma ação legal. Mas esses grupos continuam sendo incentivados por políticos que só querem demonstrar serviço e um egoísta estilo de ação comunitaria sem se importar com o que pode acontecer, nem penso nesta tragedia, senão em algo mais simples, como um errado atendimento a turistas, risco de que o acidente aconteça com o visitante (eu já vi passageira estrangeira caindo de moto-taxi de um "guia"), informação fraca ou nula, e considerar o Guia de Turísmo uma simples companhia, uma pessoa que a troca de gorgeta-esmola salva seu dia.

Defendo e acho importantíssima a Ação Social com jovens, mas aquela que é pensada e não da um lugar a pessoas que não tem a formação, a cultura, a dedicação e postura que só um profissional pode oferecer, pois isso é o que coloca nosso Rio de Janeiro no nível de Cidade Turística, a diferência de tanta "campanha" confusa e errada.

Insisto, lamento, e muito, o acontecido, pelo jovem assassinado e por todos nós, profissionais de turismo, saber que isso continuará acontecendo e ter que ler este tipo de notícias mencionando desta maneira nossa profissão (até paixão em muitos) de ser Guia de Turísmo.

GERARDO MILLONE - 28/10/2010




www.oguialegal.com

Nenhum comentário: